Biotechnos passa a integrar Centro de Tecnologia da USP, a Universidade de São Paulo

Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia é conduzido pela USP, IPEN, FIESP e AMPEI

Com foco na Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação a Biotechnos foi selecionada para integrar o CIETEC, o Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, ligado à USP, a Universidade de São Paulo.

Uma agenda intensa que projeta investimentos recordes em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação, com foco na Bioenergia e Biodiversidade,  áreas prioritárias para a Biotechnos.

O CIETEC, que atua colaborando no desenvolvimento do maior pólo de empresas de base tecnológico da América Latina, é uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado estabelecida com a missão de promover o Empreendedorismo Inovador, incentivando a transformação do conhecimento em produtos e serviços de valor agregado para o Mercado.

Instalado no Campus IPEN, na Cidade Universitária, em São Paulo, sua governança é conduzida por um Conselho de Direção Estratégica constituido por membros indicados pela USP, IPEN, FIESP e ANPEI.

A Biotechnos passou a contar com uma infraestrutura física e ambientes de convívio compartilhado e sinérgico, direcionados para o desenvolvimento e fortalecimento de seus negócios.

http://www.cietec.org.br/project/biotechnos/

D&R Ambiental instala Usina da Biotechnos no Paraná

Arranjo Produtivo Local no Município de Colombo/PR promove a sustentabilidade na região metropolitana de Curitiba

O Arranjo Produtivo Local voltado à reciclagem de óleos e gorduras residuais (OGR) já está em operação na Cidade de Colombo, região Metropolitana de Curitiba, capital do Estado do Paraná, e contribui para a sustentabilidade ambiental da região, através da proteção da água, redução de emissões de gases de efeito estufa e sobretudo, fortalecendo a 'Economia de Baixo Carbono', elemento central neste momento de aquecimento global e o advento das Mudanças Climáticas.

Os empreendedores Rodrigo Drabik e Marcos Rogalsky, proprietários da D&R Ambiental investiram na área da sustentabilidade para fazer um excelente negócio: a reciclagem de óleos e gorduras residuais, o óleo de cozinha usado. "A sustentabilidade ambiental está no DNA de nosso empreendimento, com enorme contribuição à sociedade. Nossa expectativa é ampliar a oferta de serviços ambientais que contribuam para o Estado do Paraná consolidar-se numa posição de liderança em inovação e sustentabilidade", destaca Drabik. A D&R Ambiental torna-se pioneira ao constituir o APL, pois atua desde a coleta dos óleos residuais à sua industrialização, gerando novos produtos num ciclo completo e virtuoso da logística reversa e da reciclagem, beneficiando o Meio Ambiente.

Estudos indicam que um litro de OGR polui o equivalente a 25 mil litros d'água, é nocivo à saúde humana e ao Meio Ambiente. A Biotechnos estima, com base em dados oficiais, que na região de Curitiba/PR atualmente ocorra um descarte inadequado de aproximadamente 16 milhões de litros de óleo de cozinha ao ano. É a partir deste resíduo, altamente poluente, que a D&R Ambiental produzirá Biodiesel, Desmoldantes para Formas de Concreto, Glicerina, Lubrificantes e outros, com Selos de qualidade, sustentabilidade e responsabilidade socioambiental.

D&R Ambiental

Fundada em setembro de 2014, a organização é dirigida pelos sócios Rodrigo Drabik e Marcos Rogalsky, que a constituiram com capital próprio. Tem por objetivos: a correta destinação de óleos e gorduras residuais (OGR´s); propiciar a quem utiliza OGR´s a facilidade na captação, fornecendo embalagens apropriadas para guarda; coletar e transportar estes OGR´S de forma a não prejudicar o meio ambiente; produzir produtos a partir de óleos e gorduras residuais (OGR´s), voltados ao desenvolvimento econômico local, redução de emissões de GEE, proteção da água, inclusão produtivas de catadores de materiais recicláveis e educação ambiental de crianças e adolescentes; utilização destes óleos e gorduras em seu processo produtivo para fabricação de produtos destinados a indústria de artefatos de concreto, fabricação de tintas e pigmentos, asfalto ecológico, biodiesel, sabões, detergentes, entre outros; reciclar e reutilizar 100% á água residual dos OGR´s e do processo de lavagem de equipamentos e bombonas. Tem por Missão: Conscientizar a população sobre a importância da reciclagem de OGR´s para o meio ambiente, em especial a ÁGUA, fornecer embalagens apropriadas para esta guarda, coletar, transportar, reciclar e produzir produtos biodegradáveis. E, Visão: Coletar e reciclar o máximo possível de capacidade de reciclagem com seus equipamentos e com a máxima pontuação de satisfação de seus clientes, fornecedores e sociedade como um todo. Estar classificada como uma das maiores empresas do Brasil de reciclagem de Óleos e Gorduras Residuais (OGR´s) e também classificadas como uma das melhores empresas do Brasil para se trabalhar. Desenvolve, entre outros produtos: Lubrificantes, Desmoldantes, Antiaderentes, Antirespingo (solda), Biodiesel.

Biotechnos

A Biotechnos é uma organização que pesquisa alternativas de negócios ecologicamente corretos, através do desenvolvimento de produtos, projetos eassessoria nas áreas de bioenergia e biodiversidade, com sede em Santa Rosa/RS, Filiais em Guarulhos/SP e Rio de Janeiro/RJ. Integra o CIETEC da USP e entre os principais prêmios recebidos estão o Prêmio FINEP de Inovação Sustentável, Prêmio Mérito da ADVB-RS, Prêmio IstoÉ Empresas Mais Conscientes do Brasil e compõe o Guia de Inovação em Sustentabilidade da FGV. Detêm expertise na constituição de Arranjos Produtivos Locais (APL's).

Usina da Biotechnos

A Usina instalada em Colombo/PR é de alta performance, com notável excelência química e desenvolvida a partir de conceitos de inovação e sustentabilidade únicos no Mercado. Não utiliza água nem ácidos para o processo de produção e não gera efluentes. Com alta tecnologia os produtos atendem as Normas estabelecidas e asseguram a viabilidade técnica e econômica do empreendimento. A tecnologia dispõe de Registros e Patentes Verdes no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e está disponível através de financiamento pelo BNDES.

Serviço:
D & R Ambiental Comercio e Reciclagem de Óleo Vegetal Usado Ltda. ME
Endereço Rodovia do Contorno Norte, 451, Roça Grande, Colombo/PR - CEP 83402-335 - Brasil
Telefone (41) 3113-6916 / 41-9971-8525 / 41-9965-5957

Imagens: Divulgação
Sócios à esquerda RODRIGO DRABIK e MARCOS ROGALSKY
Colaboradora CLARICE

7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APLs)

Brasil é pioneiro na constituição de Arranjos Produtivos Locais do Biodiesel exclusivamente a partir de óleos e gorduras residuais (OGR) - óleo de cozinha usado

Entre os dias 07 e 09 de dezembro em Brasília/DF ocorre a 7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais (APLs). Com o tema APLs: Dinamização das Cadeias Produtivas e Inclusão Social, os dois dias de programação buscam aprimorar e estimular o desenvolvimento das empresas e empreendedores organizados em arranjos. O evento é gratuito e aberto para o público geral.

A programação prevê palestras, oficinas e minicursos, mesas temáticas, apresentação de cases e outras atividades que visam criar um espaço dinâmico e interativo. Na conferência, também haverá estandes de parceiros e uma mostra com produtos e serviços produzidos e ofertados por APLs em todas as regiões do Brasil. A mostra será focada nas temáticas: economia da cultura e rotas de integração nacional.

A conferência é uma ação do Grupo de Trabalho Permanente de apoio aos APLs, composto por representantes do Governo Federal e instituições privadas, sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O grupo é formado por 33 instituições, dentre elas os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; da Ciência, Tecnologia e Inovação; da Cultura; do Desenvolvimento Agrário; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome; da Educação; da Integração Nacional; do Meio Ambiente; de Minas e Energia; de Planejamento, Orçamento e Gestão; da Saúde e do Turismo.

O evento conta ainda com o patrocínio de instituições como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Bradesco, Instituto Euvaldo Lodi da Confederação Nacional da Indústria (IEL/CNI), Agência Brasileira de Desenvolvimento da Industrial (ABDI), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia.

Biotechnos / APL's Biodiesel
Brasil é pioneiro na constituição de Arranjos Produtivos Locais do Biodiesel exclusivamente a partir de óleos e gorduras residuais (OGR) - óleo de cozinha usado.

Uma das contribuições a 7ª Conferência Brasileira de Arranjos Produtivos Locais é da Biotechnos, organização sediada em Santa Rosa/RS e diz respeito ao papel estratégico de APL's para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono. No Brasil e no Mundo cresce a demanda por soluções que enfrentem o aquecimento global e que possam significar resistência e adaptação a este novo fenômeno denominado mudanças climáticas. Especialmente neste período do desenvolvimento em que os níveis de poluição do CO2 atingem recorde e que os cientistas do painel de clima da Organização das Nações Unidas (ONU) concluem que há 95% de probabilidade de que as atividades humanas são a principal causa do aquecimento global.

Neste contexto de crise ambiental o descarte inadequado dos óleos vegetais comestíveis - o óleo de cozinha usado - é alarmante. No Brasil, ao ano, segundo informações da Casa Civil da Presidência da República, são descartados aproximadamente 1,5 bilhões de litros de óleos residuais no meio ambiente por 50 milhões de residências e pequenos estabelecimentos do ramo da alimentação. Considerando que um litro de OGR poluí 12 mil litros d'água (CONAMA), estes dados são uma tragédia ambiental. Por outro lado, é um Pré-Sal que está indo pelo ralo da pia; pois se aproveitarmos mais e melhor este resíduo, altamente poluente, podemos transformar um problema em uma solução ambiental. Atualmente, apenas 1% da matéria prima utilizada para a produção de biodiesel é proveniente dos óleos residuais, uma realidade que pode ser alterada com a constituição de Arranjos Produtivos Locais (APL's), logística reversa, inclusão produtiva e educação ambiental.

A Biotechnos propõe a constituição de APL's Biodiesel para a sustentabilidade ambiental de cidades brasileiras, consiste em 'clusters' industriais e de serviços voltados a sustentabilidade, através da instalações de máquinas e equipamentos, tecnologia para coleta e armazenamento de óleos residuais, logística à pequena planta de Usina de Biodiesel e produção e uso do biocombustível em veículos de transporte e geradores de energia elétrica. Uma iniciativa de sustentabilidade, proteção da água, redução de emissões de GEE com a inclusão produtiva de catadores de materiais recicláveis e educação ambiental de crianças e adolescentes, socialmente justa, economicamente viável e ambientalmente correta.

APLs no Brasil

De acordo com os dados do Banco de Dados Nacional de APLs, administrado pela Secretaria de Desenvolvimento da Produção do MDIC, o Brasil possui, atualmente, 677 APLs, em 2.175 municípios. As atividades desenvolvidas representam 59 setores da economia nacional.

SERVIÇO:
7ª Conferência Brasileira de APLs
Dias: 9 e 10 de dezembro
Local: Centro de Eventos Brasil 21
SHS Quadra 06, Lote 01, Conjunto A – Brasília-DF
Inscrições: www.conferenciabrasileiraapl.com

Biotechnos presente em evento da União Européia e WWF-Brasil

Semana do Clima: Somos todos Responsáveis!

A Cidade do Rio de Janeiro/RJ sediará entre 30/10 e 06/11/2015 o evento “Climate change, we are all reponsible” - a 'Semana do Clima, somos todos responsáveis' - organizada pela Delegação da União Europeia no Brasil e seus estados-membros e pela WWF-Brasil, com o apoio das autoridades locais. Organizações do Brasil e da Europa vão expor soluções, oportunidades e intervenções sobre os impactos das mudanças climáticas no nosso planeta.

Foram selecionadas apenas 20 organizações do Brasil e da Europa que irão expor boas práticas reproduzíveis pelo cidadão individual, por comunidades, pela sociedade civil, pela administração pública, pelas empresas e por grupos artísticos.

A Biotechnos vai expor o 'Programa Bioplanet - Energia para o Mundo'. A iniciativa apresentará os Arranjos Produtivos Locais (APL's) do Biodiesel - produzido a partir de óleos e gorduras residuais (OGR) - no desenvolvimento econômico local, na redução de emissões de GEE, na proteção da água, na inclusão produtiva de catadores de materiais recicláveis e na educação ambiental de crianças e adolescentes. Uma solução inovadora voltada a geração de energia limpa tendo por matéria prima resíduos altamente poluentes. Uma alternativa de negócio economicamente viável, ambientalmente correta e socialmente justa.

O objetivo do evento é contribuir para conter ou mitigar as mudanças climáticas, apresentando soluções e discussões nas seguintes frentes: água, energia, resíduos sólidos, uso da terra e agricultura, urbanismo e mobilidade urbana, segurança e clima.

O evento incluirá ainda uma Conferência técnica internacional, com especialistas do Brasil e da União Europeia para alinhar propostas para COP 21 de Paris.

Bioplanet presente!

Exposição Bioplanet - Energia para o Mundo. Serviços a serem oferecidos no Evento:
I. Ação de redução de emissões de GEE e proteção da água;
II. Informações sobre o descarte de óleos e gorduras residuais (OGR);
III. Espaço de Educação Ambiental de Crianças e Adolescentes;
IV. Espaço de experiências e demonstrações;
V. Apresentação do BIODIESEL;
VII. Distribuição de materiais informativos e promocionais - panfletos, sabão ecológico e funis para coleta de OGR

http://www.semanadoclima.org.br/index-pt-br.html#intro

Chapecó/SC terá APL Biodiesel para reciclar óleo de cozinha usado

ONG Verde Vida inaugura dia 10 de julho sua Usina de Biodiesel

Celebrando 20 anos de atividades em Santa Catarina, a Ong Verde Vida de Chapecó, se destaca por projetos sociais e ambientais, transforma vidas e contribui com o meio ambiente. Conhecida pelo trabalho de reciclagem que desenvolve, a Verde Vida tem um grande trabalho social sendo realizado, especialmente através de Oficinas Educativas.

O presidente da Ong Verde Vida, representando o Lions Clube, Valdemar Stoll, destaca que é um orgulho estar a frente da entidade que desenvolve um trabalho socioeducativo e ambiental muito importante. “São oportunidades para aprender, para se tornar cidadão, para ingressar no mercado de trabalho. Temos aqui vários exemplos de que é possível percorrer esse caminho”, diz.

Reciclagem

O presidente salienta que está faltando matéria-prima para a reciclagem e destaca os novos desafios. “Estamos instalando uma Usina de Biodiesel para reciclar o óleo de cozinha usado que as pessoas não tem onde destinar atualmente. Nosso objetivo é instalar pontos de coleta, além de trabalhar com escolas, bares e restaurantes que usam muito o produto”, explica.

Outro desafio é a produção de adubo orgânico. “Nesse caso, vamos fabricar inicialmente para consumo próprio. A ideia é realizarmos uma nova oficina, a horta comunitária, para que os adolescentes participem e sintam amor pelo cultivo. O objetivo é que eles levem para casa e produzam nos quintais também”, ressalta Stoll.

Inauguração

A inauguração do processo de compostagem e do beneficiamento do óleo residual de cozinha ocorrerá na Sede da Ong Verde Vida, na Rua Marechal Floriano Peixoto, 2151-L, Bairro Bom Pastor em Chapecó/SC, ás 10 horas no dia 10/07/2015.

Verde Vida

Uma Organização Não-Governamental que não visa lucros e atua desde 1994 no município de Chapecó, desenvolvendo um importante trabalho social, educacional e ambiental. Uma organização certificada e reconhecida como de utilidade pública municipal, estadual e federal. Os trabalhos são desenvolvidos nas áreas de assistência social, educação e meio ambiente, oferecendo oficinas sócio-educativas aos adolescentes com o objetivo de proporcionar uma formação para a vida e o encaminhamento para o primeiro emprego. O Verde Vida Programa Oficina Educativa mantém sua sustentabilidade com a coleta de materiais recicláveis e assim consegue gerar empregos e proporcionar atendimento sócio-educativo para adolescentes carentes, na faixa etária de 13 a 17 anos e que estejam freqüentando a escola.

Diversas Entidades compõe a Diretoria do Verde Vida Programa Oficina Educativa, entre elas o Lions Clube Chapecó, que exerce a Presidência atual; a Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal - Apcef, a Associação de Pessoal do Banco do Brasil, o Rotary Clube Oeste, a CDL - Câmara do Dirigente Lojista de Chapecó, o Sindicato dos Hotéis, bares e similares de Chapecó - SIRSBCH, o Sindicato da Indústria da Construção Civil - SINDUSCOM, a Associação dos Moradores do Bairro Presidente Médici, a Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc.